Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

Quem sou eu

(Boa noite , Amor)

Eu aprendi...
...que ignorar os fatos não os altera;

Eu aprendi...
...que quando você planeja se nivelar com alguém, apenas esta permitindo que essa pessoa continue a magoar você;

Eu aprendi...
...que o AMOR, e não o TEMPO, é que cura todas as feridas;

Eu aprendi...
...que ninguém é perfeito até que você se apaixone por essa pessoa;

Eu aprendi...
...que a vida é dura, mas eu sou mais ainda;

Eu aprendi...
...que as oportunidades nunca são perdidas; alguém vai aproveitar as que você perdeu.

Eu aprendi...
...que quando o ancoradouro se torna amargo a felicidade vai aportar em outro lugar;

Eu aprendi...
...que não posso escolher como me sinto, mas
posso escolher o que fazer a respeito;

Eu aprendi...
...que todos querem viver no topo da montanha, mas toda felicidade e crescimento ocorre quando você esta escalando-a;

Eu aprendi...
...que quanto menos tempo tenho, mais coisas
consigo fazer.

(Boa noite , Amor )

- William Shakespeare

Eu menti... Ainda não estou pronta pra desistir de você!

Eu não sei como, mas você fez algo incrível despertar dentro de mim.

De início parecia pouco, pequeno. Agora se tornou algo incontrolável.

Quantas vezes já não perdi a cabeça e acabei fazendo coisas que o meu próprio eu discordava? Quantas vezes notei que estava sendo uma louca, sem conseguir me controlar?... Mas foi tudo por você, por esse sentimento que você despertou aqui dentro de mim.

Agora você joga tudo isso fora, como não se impostasse. Você nunca se importou de verdade?
Me fez de trouxa todo esse tempo e tudo que eu pensei ter havido e visto era mentira, truque da minha mente?

Como você quer que eu confie na vida, se nem um julgamento simples eu consigo fazer? Eu não sei para onde ir, que caminho tomar. Para onde olhar diante de tamanha situação constrangedora.
Eu perdi o meu eu.
Eu queimei o meu ser.
Eu me desgastei a toa.
E você nunca me falou o que eu disse querer saber, você nunca me falou toda a verdade...

Quem foi você quando estava comigo?
Quem você é?
Você nunca vai sentar na minha frente, olhar nos meus olhos e dizer o que você sentiu em relação a mim sem mentir ou se desviar? Nunca mais vai falar comigo?

Eu sei que eu fui rude, mas mais do que o que você foi, não. Mas há perdão nessa vida, e se for pra você voltar pra minha vida, estou disposta a perdoar a palavra dura que saiu de você e fez eu querer me afastar. Mas eu também preciso receber o teu perdão. O perdão por ter sido uma maluca, neurótica. Apressada, passando por cima do tempo. Eu sei quem eu fui, não tenho orgulho, mas também não retiro o que eu disse e fiz. Eu fui sincera o tempo todo, mas você não compreendeu o que eu disse, e no final de tudo conseguimos estragar tudo.

Para esclarecer de vez, o fato é que quando eu digo que gosto de você, não é somente como pessoa, mas há uma carga de sentimento forte nisso. Quando eu digo isso, quero dizer que gosto de você, e quero estar sempre do seu lado sem aquele silêncio constrangedor como se tivéssemos sempre de preencher o vazio. Eu quero te encarar sem medo de te olhar nos olhos. Eu quero te querer, sabendo que você me quer igualmente. Eu quero poder gostar de você, sabendo que você sente o mesmo.

Agora, se não gosta de mim como eu de você, fale. Fale que não quer nada além da minha amizade; mas não pise em mim. Eu vou aceitar o fato de você só querer a minha amizade já que hoje não temos nem isso, e ficar longe de você, tendo que te ignorar como se nunca o tivesse visto é duro pra mim.

Cada olhar desviado, seu ou meu, me faz morrer um pouquinho por dentro. E eu já morri demais nesse mês. E eu não consigo viver sem a verdade, saiba disso, antes de me matar mais um pouco!

Traga-o Logo de Volta!

Você me machucou demais pra que um dia eu possa chegar em você e lhe cumprimentar como se nada tivesse acontecido.

Toda vez que eu o vejo algo dentro de mim quer se manifestar, mas a outra parte dentro de mim a segura fortemente antes que seja tarde demais. A segunda parte é meu orgulho. A primeira era o sentimento que eu sentia por ti.

Será que também é tão orgulhoso quanto eu?

Porque tudo que eu queria era ouvir a tua voz novamente. Eu queria um oi caloroso acompanhado daquele seu sorriso tímido.
O pior de tudo é que eu fiz uma imagem de você, e que provavelmente foi isso que destruiu os nossos caminhos.

Eu fraquejei, eu preciso de você aqui. Meu olhar te ignora, pelo medo de não conseguir me controlar ao te olhar, é só isso. E o que me magoa mais é ver que você está entrando no meu jogo, você também me ignora como um animal ferido, se protegendo.

E eu no canto, me protegendo, ignorando o mundo, pronta pra rebater o primeiro golpe a vir.

Eu sinto, eu preciso de alguém que me desarme, eu preciso que esse alguém seja você!
Se não for, as esperanças que ainda vivem em mim, partirão para sempre. De você só sobrará magoa.
Eu nunca pensei que nós chegariamos aqui onde chegamos.

Eu acredito que foi tudo coisa da minha cabeça, mas você não tem ideia de como viver no meu mundinho particular é bom. Lá eu acredito que as pessoas gostam de mim, lá você chegou a me amar inocentemente com eu um dia a você. Lá você era quem eu queria que você fosse. Talvez você seja, mas nunca irá me mostrar.

Você não percebe?
Não vê pelo meu olhar que recusa a te olhar, que eu estou destruída por dentro? Que você é a causa e a solução?

Sinto falta de você na paisagem. Antes, eu sentia que podia te olhar, não teria vergonha. Hoje, se você está lá, eu não me permito. Eu tenho medo de seus pensamentos, da sua opinião... Eu tenho medo de que você chegue a não existir mais. Eu tenho que fingir para os outros que não te dou mais valor, mas eu só queria gritar o quanto eu preciso de você.

Quando você estava perto, eu desejava agarrar teu braço, desejava pousar meus lábios em seu rosto, sua boca. Cheguei a desejar teu abraço no frio, que você não fosse embora e me deixasse lá sozinha. Quantas vezes eu não desejei que você ficasse pelo menos uma vez (?). Não consegue ver o quanto eu preciso do seu carinho?

Todas aquelas conversas malucas, foram atos desesperados de tentar te fazer falar sobre qualquer sentimento que você poderia ter por mim: amizade, carinho, desejo, raiva... Qualquer coisa.
Você nunca falava nada. Eu, por outro lado, insistia em dizer pra você, pra qualquer um que perguntasse, que eu gostava de você.
E você me feriu.

Todas as vezes que eu uso passado pra descrever o que eu senti por você, na verdade estou mentindo. Meu coração não é tão esperto e forte pra se recuperar facilmente, como se você não tivesse ocorrido em minha vida. Eu ainda sinto tudo o que eu digo ter esquecido... Eu ainda quero você na minha vida apesar de tudo. Eu preciso poder olhar pra você!

Desculpa ter sido uma louca desesperada neurótica. Desculpa se falei algo que te machucou, mas nunca vou me desculpar por ter sido eu mesma!

Minto. Pois eu sei que sou uma louca, neurótica, desesperada, grudenta, sincera, palhaça, ignorante e muitas outras coisas que eu detesto ser, mas que aprendi a conviver comigo mesma, mesmo não querendo!

É que eu preciso saber o que o futuro vai me trazer, e como uma criança, eu não tenho paciência para esperar. Parece que eu nunca vou aprender.
Uma coisa que eu sei sobre mim, este 'eu' sempre quis as coisas pra ontem, e nunca as tenho por conta de minha pressa. Você foi um desses desejos.

E agora me sinto estar proibida do que você poderia vir a me oferecer!

Eu preciso ter esperança mas você parece não dar brecha; o que eu faço com isso?!

-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-

Há uma música do Queen que não sai de minha cabeça e apesar dela me deixar triste ao pensar em você, é como se eu tivesse feito isso a você, como se ela estivesse me fazendo enxergar o que eu provoquei em você... Eu sou a culpada por tudo? (!)

Love Of My Life (Amor da Minha Vida)

Love of my life, you've hurt me
(Amor da minha vida, você me machucou)
You've broken my heart, now you leave me.
(Você partiu meu coração e agora você me deixa.)
Love of my life can't you see,
(Amor da minha vida você não pode perceber,)

Bring it back bring it back,
(Traga de volta, traga de volta,)
Don't take it away from me,
(Não tire isso de mim,)
Because you don't know
(Porque você não sabe)
What it means to me...
(O que isso significa para mim...)

Love of my life don't leave me,
(Amor da minha vida não me deixe,)
You've stolen my love, and now desert me,
(Você roubou meu amor, e agora me abandona,)
Love of my life can't you see,
(Amor da minha vida você não pode perceber,)

Bring it back bring it back,
(Traga de volta, traga de volta,)
Don't take it away from me,
(Não tire isso de mim,)
Because you don't know
(Porque você não sabe)
What it means to me...
(O que isso significa para mim...)

You will remember
(Você se lembrará)
When this is blown over,
(Quando isso acabar,)
And everything's all by the way,
(E todas as coisas ao longo do caminho,)
When I grow older,
(Quando eu envelhecer,)
I will be there at your side,
(Eu estarei lá ao seu lado,)
To remind you how I still love you
(Para lembrá-lo como eu ainda te amo)
I still love you.
(Eu ainda te amo.)

Hurry it back, hurry it back
(Traga logo de volta, traga logo de volta)
Don't take it away from me,
(Não tire isso de mim,)
Because you don't know
(Porque você não sabe)
What it means to me
(O que isso significa para mim)
Love of my life
(Amor da minha vida)
Love of my life Yeah
(Amor da minha vida Sim)

"A ruína é a estrada pra transformação!"

Ilusão parte I
Depois de tudo, todo o tempo gasto, finalmente obtive a resposta que eu ânsiava ter. Não foi agradável, claro que não foi. Uma dor de perda atravessou o meu peito; uma dor de vazio. Minha cabeça entrou em choque. Tudo que eu desejei, durante muito tempo evaporou e virou lágrimas escorrendo pelo meu rosto sem conseguir conte-las.
A revolta tomou conta ao ler que de mim era desejada apenas a amizade. Como assim apenas a amizade, se nunca meu amigo você tentou ser um dia? E se tentou, que ideia de amizade passa por tua cabeça?
Eu disperdicei meu tempo e sentimento em uma ilusão que minha fértil imaginação proporcionou. Tola eu, acreditando novamente que as coisas poderiam dar certo.
Depois do choque, a iluminação veio em minha mente. Tudo que eu senti desapareceu, estranhamente, mas sim. E agora, quando te ver, sei que o peso sairá das minhas costas, vou conseguir seguir sem remorso. E a você desejarei somente coisas boas. Afinal de conta estarei pensando do ti com carinho.

Ilusão parte II
Aproveitando a tristeza e choque, por que não emendar a segunda parte na primeira?
É como se quisesse tirar um curativo com toda força, acreditando que o segundo, pela ocasião do primeiro ter doído tanto, não haveria maiores danos dessa vez.
Ou até que encontraria o conforto depois de tanta dor.
Mas machucou, abafou a primeira dor, aumentou o tamanho do vazio, ardeu como uma chama que recebe combustível.
Ele parecia doce e quieto. Se mostrou um monstro insensível, sem ser digno de pensamentos bons. A máscara caiu, a dor surgiu. Ainda maior, apareceu o arrependimento, não de ter sido sincera e me exposto, mas de ter me dedicado a tudo isso. Ter tentado cultivar algo que se transformou em erva daninha.

O problema não é eu não ser boa o suficiente, como venho me acusando ultimamente. O problema são eles. Aonde está eu não sei, mas eu não me culpo por nada, então só resta eles.
Eles não tiveram a capacidade de enxergar o que eu era, o que eu sou. Eles não foram maduros o suficiente para ver o que eu podia oferecer. Eles nunca tentaram ver. E eu cansei; tenho de seguir meu próprio conselho, e parar de tentar reviver o que já morreu. Chegou a hora de enterrar todos, mortos ou vivos.
Só rezo pra que apartir desse momento ao futuro não haja mudança de pensamento ou arrependimentos da parte deles, porque agora é tarde demais.
O ego está ferido demais e quando coloco um ponto final, meu orgulho não deixa eu voltar atrás!