Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

Quem sou eu

Queimaduras do Sol

Me falaram para eu olhar para o horizonte, tenho olhado muito para o Sol, e estava ficando cega.

Olhei atentamente para o nada, afim de enxergar o horizonte. Até minha vista se acostumar no desapego ao Sol, fiquei no escuro; lá pude pensar, me avaliar. Lá eu vi a luz.

Aos poucos o horizonte apareceu; calmamente, timidamente. Claro que tenho medo de que meu mundo seja frio, mas meu coração continua batendo e eu terei alguém a me aquecer!

Você era meu Sol; você era a luz do meu dia que se transformou em trevas. Eu não queria te perder, mas, alguma vez eu o tive?

Olho a minha volta. As pessoas ao meu redor me perguntam se eu estou revoltada, o que eu posso dizer? Apenas um sim, para não falar a triste realidade de que estou conformada com mais uma perda.

Eu não queria desistir de você, mas já faz tanto tempo que eu estou sozinha, que não dá mais medo, só pesar!

0 Comentários:

Postar um comentário