Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

Quem sou eu

APAGÃO GERAL!

Pois é, de que outro assunto eu poderia falar, se o assunto de hoje e do resto de mês (exagerada!) vai ser o apagão.

Medooo!

Hoje eu estava assistindo o jornal para saber os detalhes, porque na hora a gente não sabe de nada.

Estava no computador e a minha mãe assistindo a novela. Quando acabou a novela, eu desliguei a televisão (sorte) e fiquei somente no computador.
A luz acabou umas 22:13 (pelo que eu ouvi no jornal).
Quando eu estava no computador, de repente a tela começou a piscar, a luz do meu quarto ficou fraca e piscava; eu sabia que ia acabar a luz. Desliguei o PC e tentei apagar a luz do quarto para não queimar a lâmpada. FATO: a lâmpada, mesmo eu tentando apagar, ela ainda continuava acesa. Depois de muito trabalho (olé), eu consegui apagar!
Minha mãe me grita lá da cozinha “Acabou a luz aí também?”... Que coisa!
“É claro”!

Parando um pouco essa trajetória de apagão (por um momento), mas é que eu fiquei mais pasma pelo fato de que uma força maior não querer que eu use o meu PC!
Retornando aos fatos:
No começo de Outubro durante dois dias que eu fui ligar a internet, não conectou!
Depois no terceiro dia, conectou. FATO: acabou a luz e a minha extensão (de tomada) pifou (se prepare você vai ler muito “pifou” aqui!).
Fiquei uma semana sem a extensão; depois eu dei o dinheiro para a minha mãe me comprar uma nova.
Extensão nova. Eu, toda contente. Quando ligo está tudo OK (no dia do meu aniversário, foi o único dia em que eu consegui entrar na internet de fato, no mês de Outubro!).
Meu monitor me apronta mais uma. Congelou a imagem!
Quando fui falar isso para o meu pai, logo depois que eu subi, tentei ligar novamente, voltou tudo normal (cara de pau o meu monitor).
No dia seguinte (rezando para que nada desse errado), vou ligar o PC de manhã, NADA. O PC ligou, mas a tela pretiou.
Falei novamente com o meu pai, ele me disse que iria arranjar um monitor emprestado com o meu tio, para segurar as pontas até poder comprar uma nova.
O resto do mês de Outubro sem PC; quando o meu pai pegou o monitor com o meu tio; adivinha que dia foi a instalação?!
10 de Novembro de 2009!
Finalmente iria ver a minha caixa de e-mails (que contém 560 e-mails não lidos / que demais, haja paciência!). Estava tudo OK, até às 22:15!

Continuando...

Na hora você não sabe o que fazer; bem, na verdade sabe. É ascender uma vela ou qualquer coisa que ilumine a casa.
Saí na laje e os vizinhos aqui, estavam na rua. Ninguém ao certo sabia o que estava acontecendo. Meu vizinho falava “Algum idiota deve ter batido o carro em um poste e esse poste caiu, o que causou tudo isso”. Não gosto quando a pessoa se acha dona da verdade; o tom de voz dele era de “mandão” e falava para a vila inteira ouvir!
Afê.
Falou para todos tirarem os computadores de tomada, porque quando a força voltasse, ela seria forte e poderia danificar (nem precisava avisar, eu já tinha feito isso com o PC e a TV... ¬¬).
Minha mãe acabou fazendo a janta à luz de velas e acabou usando isso como desculpa para o arroz 80 e o peixe e couve-flor, 8!
Não entendeu?
Arroz super salgado; couve-flor e peixe sem sal!
Jantar a luz de velas.
Eu comia olhando para o relógio do quarto da minha mãe, pois a queda de luz não foi completa; o relógio marcava 50 minutos sem luz. Minha mãe me perguntou “Mas porque você olha para o relógio?” “Se a luz voltar, a luz do relógio vai ficar mais forte!”, foi só eu falar isso para o relógio apagar por completo (ê boca)!
Foi passando as horas e eu comecei a ficar agoniada. Sem TV, sem nada; nem música.
Já não consigo dormir normalmente, mas com falta de luz seria mais difícil.
Peguei o baralho e eu e minha mãe ficamos jogando à luz de vela (que mal iluminava as cartas)...
Jogamos duas partidinhas (cada uma ganhou uma - de lavada / 2 x 8 por 8 x 2 / empate).
Quando chegou a hora de dormir (2:00 am) eu disse para a mãe que só iria dormir assim que a luz voltasse. Eram duas da manhã quando eu tive a excelente idéia de pegar um radinho velho de pilhas, para ver se ele funcionava. Peguei as pilhas do meu controle remoto do DVD primeiro (sim, eu consigo achar as coisas no escuro; afinal estou aqui há 20 anos); foi o ó para achar o radiozinho, mas achei. Quando fui pôr as pilhas, tinha que ser pilhas palito! Legal, lá vou eu de volta no meu quarto pegar as pilhas do controle da TV (ah, esqueci de falar, estava no quarto da minha mãe).
E não é que deu certo com o radiozinho.
Consegui ouvir as músicas para tentar dormir, mas acabei acordando a minha mãe quando ouvi na rádio MIX de que realmente não foi só na Vila Arapuá (Ipiranga - SP) que faltou luz, e sim no Brasil!
Hoje vi no jornal que o apagão foi em 18 estados (o Brasil tem 26, certo?) e no Paraguai!
Ai que medo...
Esse tipo de coisa me dá medo sim.
Pessoas presas no elevador, trem, metrô; que aflição.
ESTAMOS CHEGANDO AO FIM DO MUNDO! (uma pessoa nada histérica... ¬¬).

Bom, acho que por hoje é só (devo ter esquecido alguma coisa, mas se eu me lembrar, depois posto aqui).
Também posto aqui (acho que na semana que vem, isso se eu achar [com certeza eu acho]) um vídeo de quando a cidade escureceu.

É, agora é voltar a rotina (Cidade de São Paulo e todo o país)... Ainda sem água.
Fui.

OBS: Minha tela está piscando e me irritando... É a vida!

0 Comentários:

Postar um comentário